Anúncios de mulheres grávidas para cuidar da casa

Anúncios de mulheres 419861

Os direitos da mulher na gravidez, parto e pós-parto precisam ser conhecidos, para que ela possa exigir o cumprimento deles e ter uma experiência positiva. Portanto, é fundamental que os direitos dela sejam resguardados, tanto no trabalho quando no atendimento médico que receber. É o que determina a Lei n. Nenhuma mulher pode ser privada de um acompanhante escolhido por ela, em nenhum momento do trabalho de parto, parto e pós-parto. Quando o filho nasce, o pai tem direito a 5 dias de licença remunerada, que começa a ser contada na data de nascimento da criança. Pais de crianças até 6 anos também têm direito a uma falta ao ano para acompanhar consultas médicas. Artigo da CLT garante que a mulher possa fazer pausas para amamentar durante expediente.

Hoje em dia é muito comum encontrar mulheres que possuem uma rotina toirada e produtiva. A maioria das mulheres pensam em ter uma gravidez ativa e que possam aproveitar cada fase , vivendo tudo que tem direto. Esse tempo depende de cada conto. Por isso é sempre bom que a gestante tenha apoio durante esse período, seja de sua rede de apoio ou de um profissional qualificado. Repouso relativo: As mulheres ficam limitadas a algumas atividades que exijam esforços maiores. A empresa em que a gestante trabalha paga os 15 primeiros dias de atestado, e depois a previdência social assume o restante dos custos existem protocolos que devem ser cumpridos para que isso aconteça. Vale lembrar que esse auxílio também vale para as autônomas, que tenham contribuído pelo menos 10 meses com o INSS. Pratique o autocuidado. Isso pode trazer insegurança e baixa autoestima para a mulher.

Leave a Reply

Your email address will not be published.